Arquivo da tag: formigas

O que a fábula da formiga pode nos ensinar?

cigarraeformiga (2)

Estava eu zapeando pela web, quando vi uma nota sobre 4 características extremamente importantes em um profissional de sucesso, nos dias atuais:

Foco, determinação,  planejamento e capacidade de lidar com o risco de forma natural. Ao começar a ler, lembrei-me daquela fábula da cigarra e a formiga, a qual dava conta de um diálogo entre uma cigarra, que tentava convencer a formiga de que o correto era aproveitar o verão, sem prever os desafios naturais do inverno.

Comecei então a analisar o comportamento das formigas, citado por inúmeros autores e principalmente por Jim Rohn, grande professor da vida, empreendedor americano que deu sentido a muitas coisas que fazemos no nosso dia-a-dia, através de suas palestras motivacionais, chamando de Filosofia das Formigas e que passo a relembrar agora, para quem se importa com o tema Gestão:

frases_determinacao

Segundo Rohn, as formigas têm quatro conceitos que todos deveríamos estudar. O primeiro conceito da filosofia das formigas é que elas não desistem. Veja como uma coisa simples é fundamental na vida. Se uma formiga vai andando em uma direção e você tenta pará-la, ela vai achar um outro jeito de avançar. Ela vai tentar passar por cima, pelos lados, por baixo. Ela sempre procura um outro jeito. Que filosofia interessante: nunca deixar de procurar formas diferentes de chegar aonde você quer. Determinação.

formigas2

Segundo, formigas pensam no inverno durante todo o verão. É uma perspectiva interessante. Você não pode ser ingênuo achando que o tempo bom vai durar para sempre. As formigas passam o verão todo juntando comida para passar o inverno. Elas pensam no futuro e se preparam.

A terceira parte da filosofia das formigas é que as formigas pensam no verão o inverno inteiro. Isso é muito importante! Durante o inverno, as formigas motivam-se pensando: “Este tempo horrível já vai passar, logo sairemos daqui”. E no primeiro dia de sol elas saem correndo do formigueiro, motivadas para trabalhar e descobrir coisas novas. Se esfriar novamente, elas voltam para dentro, esperando mais uma vez que esquente para que possam sair. Planejamento e Pensamento positivo.

formigas3

E aqui está a última parte da filosofia das formigas. Quanto às formigas juntam durante o verão para passar o inverno? Tudo o que conseguem. Elas não gastam achando que tem suficiente, ou que aquilo é tão pouco que não vale a pena guardar. Simplesmente guardam tudo – e por isto têm quando precisam.

Como diz o Jim Rohn, quatro pontos simples, uma filosofia poderosa. Mais do que planos milagrosos, precisamos pensar mais como as formigas. Se cada um fizer sua parte, a colônia inteira prospera e cresce. As formigas tem foco. Trabalhar junto é abreviar o caminho para as metas. Nunca perder o foco e evitar o desperdício de tempo, elemento em escassez nos tempos modernos.

Alguma relação com o que passamos nas corporações? A partir desta singela comparação, posso entender alguns comportamentos em profissionais com os quais interajo no meu cotidiano. Enfim, o exercício repetido leva ao hábito e com o hábito estabelecido, agimos naturalmente e consequentemente alcançamos êxito no que fazemos, não importando o tamanho e impacto dos nossos atos.

Boa leitura!